Guitar Hero Live renova a série com guitarra mais realista

Com uma das novidades que Activision trouxe a Brasil Game Show 2015, o Guitar Hero Live não promete passar despercebido pelos fãs da franquia musical. 



No estande da marca, é possível encontrar uma demonstração do novo título para testes e os jogadores podem se enfrentar em um duelo. O game também está disponível no estande da Sony, onde quatro plataformas individuais do game podem ser encontradas.

Os jogadores na feira podem testar suas habilidades em sete músicas diferentes: “Gold on the  Ceiling, do Black Keys; “My Songs Know What You Did in the Dark”, do Fall Out Boy; “Little Monster”, do Royal Blood; “Now”, do Paramore; “45”, do Gaslight Anthem; “King for a Day” do Pierce the Veil e “Been Away Too Long”, do Soundgarden. No lançamento, o game virá com uma lista de cerca de quarenta músicas, ao mesmo tempo em que mais de cem já estarão disponíveis via DLC.

A primeira questão a se notar é a diferença do novo modelo de guitarra. Em vez dos cinco botões de antes, o novo instrumento conta com seis botões divididos em duas linhas diferentes identificadas pelas cores branca e preta. Desse modo, é possível simular a experiência de alternar as cordas da guitarra.

O novo instrumento, que é conectado ao console via USB, também é mais fácil para novatos, uma vez que a mão esquerda utilizada para montar os acordes com os botões fica
naturalmente fixa no mesmo lugar. A nova dificuldade, no entanto, fica em aprender a ler e identificar os sinais para tocar os botões brancos e pretos. Enquanto a cor das notas na tela é clara, leva algum tempo para identificar naturalmente que as notas pretas são tocadas na “corda” de cima da guitarra, por exemplo.


Ao ver outras pessoas jogando, é interessante notar também como a banda que o acompanha (apresentada por atores reais) interage com o jogador. Ao errar muito, o outro guitarrista se aproxima e dá uma bronca apenas com o olhar. Ao continuar errando, seus amigos perguntam o que está acontecendo. Por outro lado, ao mandar bem em um solo de guitarra, é possível notar o olhar de aprovação do baterista ou simplesmente a alegria de todos quando a música flui da maneira correta.

Ao pegar a guitarra, no entanto, tudo isso fica em segundo plano e o grande destaque na tela fica por conta da lista de notas. Enquanto é bastante fácil dominar as notas simples na mesma faixa de cor, tudo se complica assim que acordes que utilizam as duas cores (ou seja, com notas nas duas linhas da guitarra) aparecem. Ao longo da primeira música, porém, já foi possível entender o esquema e começar a tirar as primeiras sequências de notas.
No estande da Activision, a dificuldade padrão utilizada é a normal, em que os acordes mais
complicados envolvem duas notas distintas. Nas plataformas disponíveis do jogo na área de
exposição da Sony, no entanto, é possível selecionar qualquer uma das cinco dificuldades do game. Assim, os jogadores mais exigentes podem encontrar no nível expert acordes que
envolvem pestanas e até quatro botões simultâneos.

Ao mesmo tempo, com um headset ou microfone, é possível também cantar junto a letra das músicas. Por conta do barulho da feira, no entanto, essa função não pôde ser testada
apropriadamente. Enquanto Guitar Hero Live foi bastante criticado por jogadores das versões antigas por modificar o seu acessório base e por oferecer apenas as funções de guitarrista e vocalista da banda, quem gosta de jogos de música tem motivos para criar expectativas.
A reformulação do instrumento deixou a experiência mais agradável e mais fácil de aprender. Ao mesmo tempo, é possível também criar movimentos mais complexos para quem gosta de um bom desafio.

Guitar Hero Live está previsto para ser lançado nos Estados Unidos no dia 20 de outubro em versões para PS3, PS4, Xbox 360, Xbox One e Wii U. No Brasil, o game vai atrasar um pouco e chega apenas em novembro. No país, o kit do jogo com a guitarra será vendido a R$ 599. 

Fonte: G1

Guitarra de A a Z

O mundo da guitarra é aqui!.